//Setembro Amarelo

Setembro Amarelo

Como já sabido, em Setembro é comemorado o aniversário da Igreja Cristã Contemporânea. É gerada uma expectativa muito grande em toda a denominação quando se aproxima esse mês, que para nós, é de tamanha celebração, alegria e gratidão. 
Paralelamente, desde 2015, é comemorado também em Setembro, uma campanha de prevenção ao suicídio denominada Setembro Amarelo. Esta é uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CCV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O mês de Setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. 
Mas afinal, o que isso tem a ver com o aniversário de nossa denominação? A resposta é TUDO. 
Em 2018, aproximadamente 100 LGBTQI+ decidiram interromper suas vidas. O número de suicídios entre o público homoafetivo é três vezes maior que entre os héteros. Os maiores fatores são a rejeição familiar, abuso moral e sexual; para os cristãos, rejeição nas igrejas, nos seus ministérios. Isso causa depressão, sentimento de não acolhimento, e consequentemente, suicídio. 
A Igreja Cristã Contemporânea, entretanto, vem há 13 anos, lutando, acolhendo, amando e ajudando jovens que chegam em nossas igrejas desesperados, desesperançosos, considerando-nos como última chance. Não é difícil encontrar testemunhos de pessoas que hoje são obreiros, diáconos e até pastores, que cogitaram ou tentaram suicídio, e hoje vivem o amor de Deus em sua totalidade e ajudam, com seus testemunhos, a resgatar mais vidas. 
A Igreja Cristã Contemporânea apoia o Setembro Amarelo e se coloca nesse lugar de ajuda. É um lugar onde ser Igreja significa mais que ser um templo religioso, e sim onde o amor de Deus é levado a todos, sem traumas e sem preconceitos.