/Palavra Pastoral

Palavra Pastoral

Primeiro passo da Restituição

Você não está fadado a uma vida de perdas, desperdícios ou roubos. Não se acostume a ser envergonhado, pois a vergonha não fará mais parte da sua vida. Em Jesus Cristo você é “muito mais que vencedor.” (Romanos 8.37).

Se uma vida de derrota é como descreve sua situação atualmente, saiba que Deus tem um chamado de Restituição Espiritual.

trigo – igreja contemporanea

O Espírito Santo revela através do profeta Joel alguns princípios espirituais da restituição que Deus tem para os seus. “E restitui-vos-ei os anos consumidos pelo gafanhoto migrador, pelo destruidor e pelos cortador.” (Joel 2.25).

Quando Deus restitui, Ele conserta, devolve, repara perdas que o inimigo fez acontecer na sua caminhada.

Deus não apenas restitui um celular roubado recentemente, uma nota de R$50,00 caída do bolso, um grande amor que acordou e lhe virou as costas do nada, sua condição de saúde que se agravou repentinamente…

A restituição resgata tudo o que foi consumido por “anos”. Joel revela que estão incluídas perdas desde desde o primeiro dia do seu nascimento, por isso “todos os anos”.

trigo – igreja contemporanea

Até coisas que você deveria ter recebido em Jesus e até hoje você não tomou posse. Você sabia que existem milhares de promessas separadas por Deus aos seus filhos?

Imagine viver o o que o Apóstolo Paulo descreveu: “As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.” (1 Coríntios 2.9).

Neste tempo Deus tem um chamado para a sua Restituição! Entretanto, qual o primeiro passo para viver a restituição?

trigo – igreja contemporanea

O primeiro passo é voltar-se para Deus e também restituir o lugar de Deus em sua vida: “…tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar?” (Malaquias 3.7)

Faça uma autoanálise, reflita em como está a sua vida com Deus. Pense em sua dedicação a Ele, em como você tem se entregado ou confiado no nEle.

Observou como você acorda de manhã, pega o telefone, pode passar o dia todo em redes sociais, se “alimentando” de bobagens… mas é incapaz de separar 15 minutos para dobrar seus joelhos e orar?

São tantos encontros, passeios, viagens, teatros, cinemas… tudo agendado com meses de antecedência, mas não tem se lembrado do domingo que é dia do Senhor. Não pode separar parte de quatro dias no mês para Deus.

trigo igreja contemporanea

Na verdade tudo é um bom motivo para você fazer qualquer coisa menos estar na casa de Deus. São tantas desculpas, tipo: Hoje está chovendo! No outro dia está muito calor. No outro, um amigo fez um convite para um café.

Você lembra a última vez que você leu ao menos um capítulo das Escrituras? Sabe um versículo de cor que não seja o Salmo 23?

Dinheiro muitos querem. Ter dinheiro é muito bom, não é verdade? Uma sensação incomensurável para o ser humano e ter dinheiro para gastar.

trigo – igreja contemporanea

Mas você tem honrado a Deus com as primícias da sua renda? A palavra de Deus diz: “Honra ao Senhor com os teus bens, e com a primeira parte de todos os teus ganhos; E se encherão os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.” (Provérbios 3.9,10).

A Restituição financeira de Deus depende da forma como você honra a Deus com suas primícias. Existem pessoas que são capazes de gastar quase o salário todo numa noite com entradas de shows, bebidas, entorpecentes…

E agora que começam uma vida em Jesus, se tiverem duas notas na carteira (R$2,00 e R$50,00), no momento do ofertório, adivinha qual separa para Deus? Certamente a de menor valor. Lembre que “Deus ama ao que dá com alegria” (2 Coríntios 9.7).

Campo de trigo – igreja contemporanea

Se você não consegue separar um dízimo de R$100,00 de um salário de R$1000,00, como acha que será fiel num salário de R$30.000,00? Lembre o que Jesus disse: “Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei.” (Mateus 25.21).

A Restituição em Deus na sua vida começa agora, e para isso, restitua hoje a Deus a honra, a glória e o louvor em tudo na sua vida.

Pastor Marcos Gladstone

semeador do amor

Na crise, clame ao Senhor

O cristão não se amedronta. Não teme a adversidade e ainda que momentaneamente se aflija com as situações que trazem angústia, são nestes momentos que deve experimentar o favor do Senhor. Então, na crise, clame, porque o Espírito Santo intercederá e viverás o livramento.

O apóstolo Paulo narra a sua fé num momento de grande dificuldade: 

“Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira agravados mais do que podíamos suportar, de modo tal que até da vida desesperamos. Mas já em nós mesmos tínhamos a sentença de morte, para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos; o qual nos livrou de tão grande morte, e livra; em quem esperamos que também nos livrará ainda.” 2 Coríntios 1, 8-10.

Ele passou por momentos tão difíceis, tão violentos que sequer pensou que sobreviveria devido à tantas lutas; mas foi exatamente nesta hora que Deus o fez aprender uma das maiores lições da vida cristã: Não confiar em si mesmo! Ou seja, não se gabar por aquilo que possuía, não se exaltar pela sua própria capacidade etc.

É o Espírito Santo que pode lhe fazer mais do que vencedor e não qualquer coisa que tenha ou possua. Nesta passagem do apóstolo, fica evidente que foi com o discernimento de sua pequenez que viveu o livramento do Senhor.

Aproveite esta oportunidade e faça uma oração reconhecendo sua pequenez, e entendendo que sua vitória depende da grandeza do Deus todo poderoso; e certamente toda a ansiedade se esvairá da sua vida.

Pastor Marcos Gladstone

tags: clamor crise medo ansiedade vitória igreja contemporanea