//Domesticando cobras

Domesticando cobras

Os pais falam com toda tranquilidade e normalidade que o réptil já vivia na casa há vinte anos e logo que o filho Azhe Liu nasceu, rapidamente ele se acostumou com o animal de sangue frio. Para os seus genitores, a criança e o bichano são inseparáveis, inclusive ela (a cobra) ainda é muito útil para o menino se refrescar nos dias quentes.

Esta situação insana me fez discernir sobre questões profundas que acontecem no mundo espiritual. Tenho visto muitos “crentes” domesticando cobras em suas vidas. Só que não são répteis, são demônios peçonhentos, seres malignos que pensam terem sido amansados, dominando certas áreas da vida como se fossem animais de estimação.

Desta forma, cristãos dormem bem agarradinhos aos seus pets, são inseparáveis e acham a coisa mais linda do mundo ter algumas cobrinhas em casa, como pensam os pais do menino chinês.

Todavia, não entendem que estão lidando com uma criatura que, assim como uma cobra, mesmo que domesticada, basta um dia alguém pisar em sua cauda que o estrago estará feito com um bote certeiro.

Neste caso há uma diferença muito grande em relação à lição que estudamos sobre as deformidades na alma.

Naquela, as brechas estão lá de uma forma praticamente inconsciente e por questões onde a pessoa não foi a motivadora da situação. Já nesta aqui, a pessoa age de forma livre e consciente abrindo a porta e trazendo para sua vida as cobras que pensam não fazer mal algum.

Então, as cobras, os pecados, os demônios começam a fazer parte da sua vida como se fossem membros da família.

A Palavra de Deus diz que: “Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto. Leais são as feridas feitas pelo que ama, porém os beijos de quem odeia são enganosos.” (Provérbios 27, 5-6), por isso, gostaria de desenhar algumas situações onde o crente domestica cobras:

Aggression Arguing Conflict Stress Fight
  • Não abre mão de sua pornografia, dos seus vídeos, da sua cobiça na internet;
  • Entra em salas de bate-papo, enquanto o companheiro ronca ao lado da cama;
  • Está casado, mas sempre tem um amante a tiracolo por onde quer que ande;
  • Mesmo tendo namorado, sempre “dá condições” para pessoas que lhes são do interesse, usando a desculpa esfarrapada de que o relacionamento não anda bem ou que esfriou.

Cuidado!!! Carência não pode ser sua desculpa. O que é mais importante na sua vida, a carência ou a promessa? Deixe esta frase ecoar no seu interior.

Jesus mesmo disse: “O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más.” (João 3, 19).

Unhappy dissatisfied young man with stubble showing rejection sign and looking at camera. Uninterested businessman making stop gesture. Refusing concept

Se você está na Igreja Cristã Contemporânea, não pense que poderá domesticar pecados (ou demônios) em sua vida e tudo ficará bem. Cedo ou tarde, as cobras darão o bote e, como cordas infernais, lhe envolverão.

O rei Davi disse: “Cordas do inferno me cingiram; encontraram-me laços de morte.” (2 Samuel 22, 6), mas veja a sua postura logo a seguir: “Estando em angústia, invoquei ao Senhor, e a meu Deus clamei; do seu templo ouviu ele a minha voz, e o meu clamor chegou aos seus ouvidos.” (2 Samuel 22, 7).

Meu filho querido, onde você tem domesticado demônios em sua vida? Talvez hoje você esteja abraçado a tantas cobras que se tornou um crente frio e vazio das coisas de Deus. Já não consegue sentir a presença do Espírito Santo, não encontra mais o caminho para se esvaziar de si para enfim se encher de Deus porque seu interior foi tomado por ninhos de cobra.

Esta é a Palavra de Deus para você neste dia: “Assim, pois, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração…” (Hebreus 3, 7-8). Em nome do Senhor Jesus, deixe este Retiro ser um marco em sua vida e retire todas as moradas infernais de dentro de você.

Estudo: A conquista da terra pelo lado de dentro
Autor: pastor Marcos Gladstone

DESAFIO DO DIA
Sentado como está e, individualmente, faça a oração mais sincera de sua vida. Converse com Deus sobre seus pecados escondidos. Aqueles que você sempre achou que não teriam problema de fazer parte de sua vida porque são mansinhos. Assuma com Deus o compromisso de não mais praticá-los, remova-os por completo de sua vida.

Título: Domesticando cobras
Estudo: A conquista da terra pelo lado de dentro
Autor: pastor Marcos Gladstone
Ministrado durante o Retiro dos Valentes no Carnaval de 2014